NotíciasTecnologia

Especialistas descobrem malware que modifica Chrome e Firefox

Especialistas em segurança digital da Kaspersky, desenvolvedora russa de softwares, descobriram um novo tipo de malware que atinge usuários do Chrome e Firefox. Em relatório recente, o grupo chamou o vírus de “Reductor” e o categorizou como um “Cavalo de Tróia de Acesso Remoto (RAT)”. No caso, ele pode invadir uma máquina via rede de acesso e abrir brecha para usuários mal-intencionados carregarem e baixarem dados ou executarem ações de outro local.

Segundo os pesquisadores, o Reductor entrou em ação por meio de instaladores de arquivos já modificados, como o Internet Download Manager. Ainda notaram suas operações em PCs invadidos com uma cadeia de vírus chamada COMPfun, logo após receber alguns comandos.

Nessas situações, o RAT acessou os locais de arquivo dos navegadores e os substituiu por versões infectadas. Apesar dessas comprovações, os analistas não identificaram em qual tipo de crime os criadores do Reductor utilizam os dados roubados.

A instalação de programas em sites desconhecidos abre brecha para invações RAT. (Fonte: Pixabay)

Medidas de segurança

Inicialmente essas atividades foram percebidas apenas em computadores da Rússia e Bielorrússia, portanto, não representam perigo a pessoas de outros países. Também vale ressaltar que, quando há descobertas desse tipo, empresas especializadas em segurança, como a Kaspersky, adicionam o nome do novo malware em um banco de dados.

É assim que um antivírus ou software de escaneamento pode detectar uma ameaça e eliminá-la de um dispositivo. Logo, mantenha sempre sua máquina atualizada nesse sentido e evite o download de programas de origem desconhecida.

Fonte: Tec Mundo

Mostrar Mais

Editor GDS

ultrawebtecnologia

Relacionados

Close
Close